Ilhas cook

Ilhas cook.
Penhascos rochosos, vistas maravilhosas do mar, corais afiados como lâminas de barbear, vegetação emaranhada. Tudo parecia igual. Fui e voltei pela costa, mas todas as trilhas para o interior haviam desaparecido. Por fim, resolvi seguir uma delas até onde ela acabasse e depois continuar em frente até encontrar a trilha marcada, ou a estrada. Logo eu estava subindo e descendo barrancos, arranhando pernas e braços e com uma sede cada vez maior.
Uma hora depois, eu percorrera cem metros e imaginava o que aconteceria se caísse e quebrasse uma perna. Acabariam achando meu carro, mas quanto tempo demorariam para me encontrar? Nessa situação difícil, comecei a temer que fosse sangrar até a morte, sem ter a chance de que o fim viesse numa desidratação. Evidentemente acabei encontrando a saída, embora na chegada ao hotel tenha jogado meus sapatos no lixo as pedras irregulares os haviam coitado em tiras.

You can follow any responses to this entry through the RSS 2.0 feed. You can leave a response, or trackback from your own site.

Deixe uma resposta