Viagem para patagonia

Viagem para patagonia a evolução na prática.
1488 português Bartolomeu Dias contorna o Cabo da Boa Esperança, que liga o Oceano Atlântico ao Índico.
1492 Cristóvão Colombo .descobre a América. Dois anos depois, Portugal e Espanha assinam o Tratado de Tordesilhas, que divide entre as duas potências “as terras descobertas e a descobrir”.
1520 O português Fernão  de Magalhães, a serviço da Coroa espanhola, descobre a passagem que liga os oceanos Atlântico e Pacífico. O estreito ganha seu nome 0 navegador morre na seqüência da viagem.
1578 O corsário inglês Francis Drake navega pela Patagônia e Terra do Fogo e se aproxima do Cabo Horn, que somente seria contornado em 1616 pelo holandês Jacob le Maire.
1579 O espanhol Pedro Sarmiento Gamboa comanda expedição ao Estreito de Magalhães, mapeia a região e, em 1583, funda a colônia Rei Don Felipe, com 300 homens Obrigado a voltar à Espanha, deixa a vila sem comida. Quando regressa, todos estão mortos. Em 1587, Thomas Cavendish passa pela região, vê as ruínas e lhe dá novo nome: Porto da Fome.
1828 O capitão inglês Robert Fitzroy captura quatro nativos na Terra do Fogo e leva-os à Inglaterra para serem educados. Em 1831, já acompanhado do naturalista Charles Darwin, retorna e devolve os nativos à terra. Sua tentativa de civilizá-los fracassou.
1836 Termina a viagem de Darwin. Foram quase cinco anos de estudos e pesquisas na América do Sul que o levariam a publicar A Origem das Espécies, em que apresenta a famosa Teoria da Evolução, base da biologia moderna.

You can follow any responses to this entry through the RSS 2.0 feed. You can leave a response, or trackback from your own site.

Deixe uma resposta