Esqui em bariloche

Argentinos e chilenos que se cuidem: com o dólar no nível mais baixo dos últimos seis anos, nós vamos invadir sua cordilheira! CLÁUDIO CAMPOS* aproveitou a boa fase do real e percorreu estações de esqui no Chile e na Argentina, recolhendo material para escrever um guia. A convite da VT, ele preparou um dossiê para a estada perfeita, seja econômica, seja sofisticada, em Ba-riloche, Valle Nevado, Termas de Chillán, Portillo e Las Lenas – as estações sur-americanas eleitas por você no Prêmio O Melhor de Viagem e Turismo.
BARILOCHE:
Não tem pra ninguém. Desde 2003, só dá Bariloche como melhor estação de esqui eleita pelos leitores no Prêmio VT – à frente de destinos como Aspen, nos Estados Unidos, e Whistler, no Canadá. Bariloche teve ainda as notas mais altas nos quesitos vida noturna, compras e preços. Tudo bem que a cidade tem um lado meio brega, com um centro cheio de lojas de badulaques e de aluguel de macacões para esquiar. Mas os investimentos na estação de Cerro Catedral não param de crescer – foram 8 milhões de dólares nos últimos três anos, com a construção de novos teleféricos e restaurantes.

You can follow any responses to this entry through the RSS 2.0 feed. You can leave a response, or trackback from your own site.

Deixe uma resposta