Há hospedagens rurais muito simples

Quem tem nostalgia da vida interiorana pode ficar em casebres simples e conversar sobre as coisas da terra, trocar vivências… Nos trekkings pelo Vale do Pati, na Chapada Diamantina, no interior da Bahia, você fica hospedado em casa de nativos, toma uma ducha fria antes de se acomodar sobre um colchão de primeira que ninguém é de ferro coberto por mosquiteira. De manhã, desfruta um lauto café da manhã preparado em fogão a lenha. Também no Parque Estadual da Ilha do Cardoso, em São Paulo, há hospedagens similares. Você dorme em casas de pescadores, com quartos para até seis pessoas e banheiros coletivos.

You can follow any responses to this entry through the RSS 2.0 feed. You can leave a response, or trackback from your own site.

Deixe uma resposta