Archivo para la Categoría » Guia hoteis «

Melhores resorts do brasil

COSTÃO DO SANTINHO.
O melhor resort de praia do Brasil tem atrações para todas as idades nas férias de julho. Aqui você e sua família encontram o cenário perfeito, muita diversão e um padrão de hospedagem premiado pelas principais publicações do Brasil. Além disso, você pode aproveitar o Costão SPA, que é considerado um dos 3 melhores do Brasil. Para completar, o clima é muito agradável em Florianópolis nessa época do ano, com índices de chuva bem inferiores a Salvador, por exemplo. Venha para o Costão do Santinho e aproveite.
Semanas Temáticas:
Clínica de Tênis – Baila Costão Costão Maturidade – Semana Italiana Costão Matsuri – Superfitness.
Pacote – 7 noites – Terrestre Apartamento Superior-
R$ 2.239,00*
Parcelamento em 10 vezes sem juros (20% de entrada e 9 parcelas iguais) Crianças até 11 anos free.** Inclui um voucher por pessoa para cavalgada, arvorísmo, relax hour no SPA e passeios. Consulte valores para pacotes aéreos e Semanas Temáticas.

Serviços de concierge

Um concierge.
Nosso confessor anônimo trabalha como concierge há sete anos. Hoje chefia a equipe de um grande hotel paulistano. Um concierge faz muito mais que dar dicas sobre a cidade e providenciar serviços ao hóspede. Somos responsáveis por todos os transportes usados pelos clientes e pelos muitos objetos esquecidos todo dia. Além disso, supervisionamos a equipe de front do hotel (mensageiros, manobristas etc.) e fazemos o controle e registro dos pacotes que entram e saem. Nunca cobramos por providenciar um serviço. Mas as raras gorjetas são bem-vindas. Se o concierge ajuda o hóspede demonstrando cuidado, a gratificação é algo natural. 0 que mais me deixa satisfeito é o fato de sermos convidados para ir a restaurantes e teatros. Uma vez por semana janto sem pagar. Além dos que dão a cortesia como uma forma de divulgação, há uma “convenção” de nos oferecer um jantar com acompanhante a cada 20 pessoas que indicamos. Não cair em roubada é questão de inteligência. Seria um erro indicar um restaurante ruim só porque me pagam por fora. Os hóspedes reclamariam. Ao lidar com clientes que oferecem dinheiro para conseguir drogas ou garotas de programa, digo: “Se tiver outra coisa que possa fazer pelo senhor, adoraria ajudar, mas esse tipo de serviço o hotel não providencia”. Nosso desafio é entender cada hóspede. Às vezes nos fazem pedidos extravagantes, que devemos tentar atender. Uma vez um xeque árabe queria chegar a seu casamento numa limousine pink. Mandei pintar uma alugada e, antes de devolvê-la, pintei de novo.
Não há um curso que forme concierges. Mas inglês fluente e espanhol são necessários. Entre as habilidades desejáveis, estão paciência, organização, facilidade de comunicação, conhecer bem a cidade e gostar de ajudar as pessoas.
“Queremos uma empresa estrangeira focada no segmento de lazer, que esteja habituada a operar resorts e captar hóspedes no exterior”, diz Alexandre Zubaran, presidente da Costa do Sauípe, comentando o substituto da rede Sofitel. “Será ampliada a oferta de programas all-inclusive, tendência lançada no Brasil pelo Breezes’.

Hoteis em las lenas

PARA QUEM QUER GASTAR POUCO:
Os valores cobrados pelos hotéis da pequena vila na base da estação são pouco convidativos. O técnico Carlos Figueira, que dirigiu um Fusca 1985 do Rio de Janeiro até Las Lenas, preferiu ficar em Malargue, a 70 quilômetros. “Quem se hospeda lá ganha um voucher para pagar só metade do passe para as pistas”, conta ele, que viajou com a família. “Muitos turistas argentinos preferem Malargue, de onde é fácil pegar um microônibus para subir até a estação.” Espíritos aventureiros como Figueira podem escolher entre o Hostel Internacional (Colônia Pehuenche II, Finca 65, 47-0391; diárias de $ 20 a $ 45 por pessoa) e as Cabanas La Escondida (Canada Colorada, 154-0421, diária a $ 80 por cabana para três pessoas). No resort, o melhor plano para contenção de despesas é ficar num apart-hotel, como o Delphos (54-n/4393-8031; tarifas semanais de US$ 451 a US$ 942 por pessoa, conforme a temporada).
PARA QUEM PODE GASTAR MAIS:
O Virgo Hotel e Spa (47-1100; tarifas semanais de US$ 1112 a US$ 3 767 por pessoa, conforme a temporada; Cc: A, M, V) é disparado a melhor escolha em Las Lenas. A decoração segue o conceito de hotel-buti-que, com iluminação dramática e estética clean. A suíte double tem vista para a fantástica paisagem das encostas nevadas que circundam o resort. Há sauna, ducha escocesa e banho finlandês, além das clássicas piscinas térmicas e hot tubs ao ar livre. Os jantares, incluídos na diária, são servidos no belo restaurante panorâmico do hotel. Aproveite para degustar os vinhos Malbec mais badalados da Argentina, como os Catena Zapata, Kaiken e a linha Perdriel dei Centenário, da bodega Norton – cada garrafa custa de 50 a 100 dólares, em média.
DE GRAÇA:
A partir das 8h30 da manhã, sintonize o canal 4 de qualquer aparelho de televisão no resort para acompanhar boletins meteorológicos sobre a neve, o estado das pistas e outras informações úteis para quem esquia.
UM LUXO:
Vá além do alcance dos teleféricos com um snowbus (US$ 40 por três subidas), trator adaptado que leva de 10 a 12 passageiros por vez. Eles sulcam bacias de neve virgem e fazem descidas de até 16 quilômetros com guias. Em alguns dos percursos fora-de-pista, é um snowmo-bile (moto de neve) que traz o esquiador de volta. Tem até taça de champanhe para comemorar.

Portillo chile hotel

PARA QUEM PODE GASTAR MAIS:
Para resgatar um pouco da nobreza de outrora, só ficando no Hotel Portillo (263-0606, tarifas semanais de US$ 1300 a US$ 3 850 por pessoa, de acordo com a temporada; Cc: A, M, V). Tente reservar uma das suítes com balcão do sexto andar, com janelas mais amplas e uma vista gloriosa para a pequena Laguna dei Inca. Esquiar em Portillo é um privilégio para apenas 450 hóspedes, com um batalhão de mais de 400 funcionários a seu dispor. Um serviço impecável, com muitas camareiras por andar, atendentes entregando toalhas na piscina e o mesmo garçom servindo todas as noites sua mesa cativa no restaurante. A carta de vinhos tem uma variedade rara em estações de esqui sul-americanas. Peça os formidáveis Le Dix de Los Vascos (US$ 144) ou Errazuriz Don Maximiano (US$ 104) para acompanhar o caprichado menu fixo do navio – ou melhor, do hotel.
DE GRAÇA:
De 16 a 23 de junho, as aulas coletivas de esqui não serão cobradas. Também a partir de 16 e até 30 de junho, crianças entre 4 e 12 anos podem esquiar e comer de graça. Nenhuma dessas promoções, contudo, desbanca o grande espetáculo gratuito de Portillo: ver o pôr-do-sol dourando os picos nevados ao redor, imerso na piscina aquecida após um dia inteiro de esqui…
UM LUXO:
Distante 164 quilômetros de Santiago, o centro de esqui de Portillo não fica exatamente perto. De carro, são cerca de duas horas e meia. A estrada até que é boa, mas a viagem parece interminável em seus quilômetros finais, repletos de curvas íngremes e caminhões pesados vindos da Argentina. Passe por cima de inconvenientes dessa natureza com elegância, a bordo dos helicópteros (US$ 1400, heliskichile.cl) que saem do Aeroporto de Santiago e levam você até o hotel.

Hoteis em Termas de Chillán

PARA QUEM PODE GASTAR MAIS:
Mais moderno e luxuoso que os outros resorts de inverno do Chile, o Gran Hotel (tarifa semanal de US$ 1200 a US$ 4180 por pessoa, conforme a temporada; Cc: todos) é um oásis. A atmosfera pode parecer bastante formal, mas a limpeza e organização a toda prova e o acesso gratuito aos serviços do spa fazem a diferença. Enquanto namorados e maridos praticam o esporte por excelência do lugar, as mulheres que não esquiam se dedicam às muitas terapias e tratamentos de beleza do spa. As crianças, por sua vez, ficam enlouquecidas com os cães malamute do Alasca, que puxam trenós no passeio pela neve (US$ 12). E todos aproveitam as piscinas com água sulfurosa ao ar livre e aquecidas pela atividade vulcânica no subsolo. A melhor delas, com uma parte interna e outra externa, ganha um charme todo especial quando neva.
DE GRAÇA:
Pelo isolamento e pela curta duração da temporada, é difícil achar programas gratuitos nas estações de esqui. Em Chillán não chega a ser uma questão de dificuldade. É impossível mesmo.
UM LUXO:
Quem se hospeda em Termas de Chillán tem à disposição uma verdadeira maratona de tratamentos de beleza e relaxamento: aromatera-pia (US$ 20), shiatsu (USS 50), reike (US$ 44), hi-dromassagem sulfúrica (US$ 10), thalassotera-pia com algas (USS 45), banho de vapor natural (US$ 10), terapia com pedras quentes (US$ 82), massagem (USS 51), fangoterapia (com lama vulcânica, USS 45) e limpeza de pele com drenagem linfática (US$ 82), para citar poucos.

Hoteis em valle nevado

PARA QUEM QUER GASTAR POUCO:
O mais simples dos três hotéis da estação é o Tres Puntas (diárias de US$ 120 a USS 240 por pessoa, conforme a temporada; Cc: todos). Os beliches e quartos são apertados, mas você fica relativamente perto das pistas. Para economizar, muita gente hospeda-se em El Colorado – freqüentada por um público mais jovem, na faixa dos 20 anos – e percorre de van os 13 quilômetros até Valle Nevado. Na base de El Colorado, o Edifício Monteblan-co (207-3700) tem apartamentos para quatro pessoas com cozinha a 195 dólares por dia. Há ainda albergues como o Refugio Alemán (Los Condo-res, 1451,227-2605-, diária a US$ 42 em quarto compartilhado). E a ciência ainda há de comprovar um dia: é possível passar dias, semanas, meses até, alimentando-se só de chacareros (deliciosos sanduíches chilenos de carne, vagem e pimenta, ao preço médio de $ 3 000 – cerca de US$ 6).

PARA QUEM PODE GASTAR MAIS:
Entre as estações sul-americanas, Valle Nevado obteve, no Prêmio VT 2006, as notas mais altas nos quesitos acomodações e infra-estrutura. A comodidade do sistema ali inclusive e os modernos Hfts ajudam a entender o porquê. Mas atenção para a ressalva: o único restaurante a servir lá dentro um jantar que não faz feio é o francês La Fourchette D’Or. Fica no hotel que dá nome ao complexo, Valle Nevado (diárias de US$ 195 a US$ 503 por pessoa, conforme a temporada; Cc: todos). A localização das suítes premium é privilegiada: basta calçar os esquis na porta e sair deslizando até os teleféricos.

DE GRAÇA: Quem fica mais de cinco noites no hotel Valle Nevado ganha duas horas de aula coletiva todos os dias. E mais: eles enceram e afiam seus esquis de graça – e você, como bom esquiador que é, sabe o quanto isso importa. Para completar, sessão de massagem por conta da casa. Nas vizinhas La Parva e El Colorado, a diversão “na faixa” consiste em ficar nas mesinhas dos bares junto à pista, tomando sol e apreciando o movimento.
UM LUXO: Que tal alugar um chalé com churrasqueira e adega ou um apê em La Parva, refúgio da elite santiaguina? A semana num apartamento para seis pessoas no Condomínio Nueva Parva (212-1363) sai entre US$ 1700 e USS 2 600.0 site la parva.cl lista outros imóveis para temporada.

Dicas de bariloche

DE GRACA: Reserve lugar no Snow Tour (42-3776), em que esquiadores conduzem os visitantes pelas melhores pistas e pelos pontos panorâmicos de Cerro Catedral. O passeio não custa nada, mas é necessário comprar o passe diário antes.
UN LUXO: A espera na fila para os lifts (meios de elevação) pode passar de meia hora, mas não para quem compra um passe Gold Catedral (S 440 por dia, incluindo lifts e aluguel de equipamentos). Ele dá acesso a um lounge privativo na base, onde funcionários providenciam tíquetes, esquis e instrutores enquanto você aguarda em confortáveis sofás.
VIDA NOTURNA: A noite de Bariloche começa tarde, quase de madrugada. As discos da Cal-le J.M. de Rosas (Cérebro, Roket, Grisu) são o território por excelência dos adolescentes. Se você já passou dos 25, tente o novíssimo Tequi-la (Espana, 415, 42-6254), da mesma rede dos badalados clubes de Punta dei Este e Buenos Aires.
DICAS: Drible as filas na parte central e suba pela gôndola Amancay até o setor de Punta Princesa, menos concorrido e com bons terrenos para todos os níveis. Como os melhores hotéis ficam afastados do centro, compensa alugar um carro. Um Grand Che-rokee com tração 4×4 sai a 2 390 pesos por semana na locadora Taurus (52-9940).

Hoteis em bariloche argentina

PARA QUEM PODE GASTAR MAIS.
O Lia Llao (Bustillo, km 25,44-8530; diárias de US$ 266 a US$ 1790; Cc: todos), consagrado no circuito de lu-xury travei, não está mais só na região. A uma hora de carro, a cidadezinha de Villa La Angostura, na outra margem do Lago Nahuel Huapi, conta com os quartos de design moderninho da La Escondida (Bahia Manzano, a 7 km da vila, pela Ruta Nacional 231,47-5313; diárias de US$ 134 a US$ 254 por pessoa, conforme a temporada; Cc: A, M, V) e uma hosteria associada à rede francesa Relais & Cháte-aux, a Las Balsas (Bahia Las Balsas, 49-4308; diárias de US$ 330 a US$ 500; Cc- todos) – em reforma até 15 de junho. Bem mais perto das ladeiras do Cerro Catedral, o Arelauquen Golf Club (47-6110; Cc: todos) tem lodge cinco-estrelas com 23 quartos (diárias de USS177 a US$ 272) e chalés para até dez pessoas à beira do Lago Gutierrez. Ali também funciona o charmosíssimo restaurante El Refugio (47-6154), com acesso apenas com motos de neve ou a cavalo. No mesmo condomínio, Mariana Muller prepara strudel de cordeiro e receitas afins no Cassis (47-6167). Ernesto, marido da chef, tem sempre ótimas sugestões de harmonização com os mais de 200 rótulos de vinhos argentinos na adega. Um jantar para dois sai por volta de 120 pesos, en efectivo – a casa não aceita cartões de crédito.

Albergues em bariloche

PARA QUEM QUER GASTAR POUCO:
Al-guns albergues dispõem de quartos duplos, além dos dormitórios compartilhados. Tente o agitado Tango Inn (Avenida 12 de Oetubre, 1915,43-0707; diária a $ 90) no centro, ou o Hostel Inn (Ruta 82, km 16, 46-7570; diária a $ 110), cercado pela natureza e por vizinhos bem mais caros no Lago Gu-tierrez. Nos 15 bares e restaurantes ao longo das 53 pistas de Cerro Catedral, gasta-se pouco para comer saborosos chorípanes (cachorro-quente de lingüiça, $ 6), lomitos (sanduíches de filé, $ 10) e goulash de carne com massa e sopa de lentilhas ($ 15). Para brindar ao fim do dia na base, chope ar-tesanal Berlina no quiosque Tage. Se beber, não dirija: de meia em meia hora sai um ônibus rumo ao centro da cidade, onde você encontra fartas porções de bife à milanesa ou cordeiro a 20 pesos no La Fonda Del Tio (Mitre, 1130,4350H; Cc: A).

Hoteis em capri

Não conte com requinte na pousada La Fenice (Via G. Marconi 4,089/875-513; diárias de € 110 a € 160). Mas espere uma linda vista, quartos limpos e jardins bem cuidados. No terraço, café-da-manhãsimplérrimo: pão com ge-léia Piscina e acesso a uma pequena praia particular através de íngremes degraus. Na Ilha de Capri, o Capri Pala-ce (Via Capodimonte 2b, 081/978-0111, capripalace.com; diárias de € 310 a € 2 200; Cc: todos) é um hotel de super-luxo que fica em Anacapri, a parte mais alta e tranqüila da ilha.
Anote ai todos os hotéis parecem estar sempre lotados, pois hóspedes habitues costumam reservar com um ano de antecedência Como não são pré-pagas, as reservas vencem em fevereiro e março. Nessa época se abrem novas vagas.