Archivo para la Categoría » Guia viagens «

Tudo sobre a italia

COMER:
Tire o sapato e coma descalço no La Tonnarella (Praia de Conca dei Mari-ni, 089/831-236). 0 ambiente é relaxado, tem ótimos frutos do mar e é a parada perfeita durante um passeio de barco costeando as falésias do litoral. 0 charmoso La Fontelina(l Fa-raglioni, fim da Via Tragara, 0818370845, só almoço; Cc: todos) é perfeito para chegar de barco. Leve toalha e roupa de banho, pois há guarda-sóis à beira-mar, fincados entre os rochedos em frente as formações naturais de pedras que se erguem da água, os faraglioni. O Cumpa Cosimo (Via Roma 44,089/857-156; Cc: todos), em Ravello, é um tradicional restaurante de mais de 300 anos que serve uma porção enorme (divida1) de uma mistura de massas (fettuccine, fusilli, tor-tellini e o que tiver de pasta fresca na cozinha) cobertas de um fragrante e delicioso pesto. O sorvete caseiro e o vinho da própria cidade facilitam a digestão. No Donna Rosa (Via Monte-pertuso, 089/811-806; Cc: todos), conte com comida estilo delia mamma como você imagina que deveria ser. E é a mãe mesmo que dirige a cozinha desse resturante familiar. Aqui se mangia bene sem ficar pobre. O Don Alfonso 1890 (Corso Sant’Agata 13,08V878-0026, donalfonso.com; Cc todos), o mais notório restaurante da região de Campanha, no vilarejo de SanfAgata sui due Golfi, oferece alojamento de cinco quartos acima do salão aos que não querem se aventurar a pegar a estrada após um farto banquete. Praticamente todos os ingredientes vêm do quintal do restaurante de Alfonso Laccarino. Tem uma das melhores cartas de vinho do país, o que atrai gourmets do mundo todo. Por fim, o LaSponda, do La Sirenuse (Via Cristoforo Colombo 30, 089/875-066; Cc: todos) é um dos melhores restaurantes da costa, com um menu criativo e muitos ingredientes locais (leia-se: frutas citricas, tomates e frutos do mar). Pratos principais em torno de € 40.

Onde fica a Italia

Aberto do início de abril até fim de outubro, o II San Pietro (Via Laurito 2, 089/875-455, il sanpietro.it diárias de € 420 a € 900; Cc todos) tem minivan que leva e busca hóspedes até Po-sitano. No restaurante, reserve uma mesa no terraço ao lado do parapei-to para ter a melhor vista Quando o mar está calmo, o hotel oferece um passeio grátis de barco que sai por volta das nh da laje à beira-mar. Acorde cedo pra reservar uma cadei ra na piscina do terraço do Le Sirenuse (Via Cristoforo Colombo 30,089/875-066, lesirenuse.it; diárias de € 280 a € 1600; Cc todos). Tem o mel hor spa da região, aberto também para não hóspedes, assim como o restaurante e o bar no terraço do hotel com a melhor vista para a praia e a cidade de Positano. A 2 quilômetros de Amalfi, o Hotel Santa Caterina (Stra-da Statale Amalfitana 9,089/871-012, hotelsantacaterinait, diárias de € 230 a € 590, Cc: todos) fica na beirada da auto-estrada e às margens do Mediterrâneo. Tem piscina e o ambiente clássico e típico da região, com afres-cos nas paredes e coloridos azulejos pelo chão.

Ilha de capri na italia

QUEM LEVA.
Pela CIT (11/3217-8500, citbrasil.com. br), duas noites em Sorrento e duas na Ilha de Capri saem a USS 1769. Estão previstos city tours em Nápoles, Pompéia (com almoço) e tí-quete de ferry boat em Sorrento, Capri e Nápoles. A maioria dos pacotes que incluem a Costa Amalfitana, no entanto, trazem também outros destinos na Itália No combinado da CTC (11/3673-1505, ctctour. com.br), são duas noites em Nápoles, três em Sorrento e duas em Capri, todas em hotéis cinco-estrelas, por USS 4 320. Consulte também seu agente de viagens.

Como chegar Costa Amalfitana

Como chegar.
O aeroporto mais próximo da Costa Amalfitana fica em Nápoles. Como não há vôos diretos do Brasil para lá, é necessário fazer uma conexão. Pela Alitalia (11/2171-7610, alitalia. com.br), a passagem custa USS1127, via Milão. Quem voa pela TAM (0800-5705700, tam.com.br) paga USS 1177 e pode escolher entre fazer a parada em Londres, Milão ou Paris. Em Nápoles, pode-se alugar um carro no próprio aeroporto na Europ-car (081/780-5643, europcar.it) ou na Hertz (081/780-2971, hertz.it). Quem quiser contratar um motorista para chegar até lá deve procurar a Auto-noleggio Morra (081/818-3719, auto noleggiomorracom). Bem mais econômica sai a viagem de ônibus: € 7. São seis horários, entre gh e igh3o, saindo do próprio terminal. Para uma chegada triunfal, de helicóptero, procure a Cab Air (39/081-789-9022, cabair.it), que também vende tours aéreos pela região.

Destino de viagem costa amalfitana

Mas, independentemente de onde você estiver, não deixe de subir os íngremes 5 quilômetros até Ravello (o tal Caminho dos Deuses). Perfeitamente implantada no topo dos socalcos onde é cultivado o vinho local, a cidade-zinha é conhecida por seus jardins e concertos de música de câmara ao ar livre durante o verão. A vista panorâmica lá de cima é o melhor cartão-postal de toda a região. E, para encerrar a viagem com estilo, reserve uma noite em Capri. É quando a multidão de turistas volta a terra firme que se pode sentir toda a verdadeira magia da ilha. Para a despedida, preparamos um grandfinale-. alugamos a estilosa lancha do Le Sirenuse, uma Riva Aquara-ma de 1972. Paramos pra almoçar no La Fontelina, restaurante em frente ao Faraglione, a formação rochosa símbolo da ilha. Aproveitamos pra ver a espetacular Gruta Azul, onde a abertura parcialmente submersa da caverna cria um efeito de o mar estar sendo iluminado por baixo. Esse espetáculo fica gravado na memória para sempre, não há fotografia que consiga capturá-lo. É por esse e tantos outros encantos que não dá para não voltar. E il vero amore, ao qual, aposto, você não vai conseguir resistir.

Dicas de viagem para italia

Muita gente prefere pegar um traslado do hotel para poder relaxar e admirar com tranqüilidade a paisagem espetacular da viagem de uma hora do aeroporto internacional de Nápoles até Amalfi, ou 45 minutos até Positano. Uma vez alojados, os passeios ficam por conta de barcos ou táxis, sempre fáceis de serem organizados por meio dos hotéis. Para os motoristas mais arrojados e aqueles que gostam de explorar a área, alugar um veículo no aeroporto é a alternativa mais indicada. Além de sair mais barato, se for realmente rodar pela região, o que vale a pena, é prático ter carro até mesmo pra dar um pulinho nas ruínas de Pompéia, a cerca de 45 minutos de distância. Ter carro também facilita fazer uma incursão pelas cidades nas montanhas, como Sant Ágata, vilarejo onde está localizado o afamado restaurante Don Alfonso, um dos melhores da Itália segundo o Guia Michelin. Eu já passei por lá com e sem carro, e ambas as opções funcionam. A única diferença é que, por inércia, fiquei mais tempo lendo na piscina quando dependia de táxis e minivans. Independentemente da opção, um passeio de barco é fundamental para apreciar as dezenas de baías entre Sorrento e Vietri Sul Mare, as cidades que marcam o início e o fim da Costiera Amalfitana.
Pescador arruma a rede no porto e, na pág. oposta, fachada de frente para., o mar, ambos em Amalfi.

A Costa Amalfitana

A Costa Amalfitana foi, é e sempre será o pedaço do litoral mediterrâneo preferido de quem busca um gostinho da dolcc vita. De celebridades como Jacqueline Onassis e Francis Ford Coppola a simples seres humanos como nós, à procura de uma experiência salpicada de comida e vinhos maravilhosos, um pouco de glamour, paparicação em hotéis luxuosos ou mera tranqüilidade lowprofile, os 60 quilômetros de litoral cercado de uma natureza e um mar soberbos são um prato cheio. São essas algumas das razões porque volto lá de tempos em tempos pra passar férias. Não tem quem não fique com gostinho de quero mais depois da primeira visita. Talvez o motivo seja o clima familiar dos hotéis (todos são dirigidos por segundas ou terceiras gerações), a tradição gastronômica, os terraços cobertos de buganvílias floridas, a simpatia dos napolitanos ou o mar azul-turquesa. Ou tudo isso junto.
Espremida entre a cadeia de montanhas Lattari e um penhasco beirando o Mediterrâneo, a sinuosa Autostrada di Amalfi é provavelmente uma das vias de cenários mais arrebatadores – e ao mesmo tempo assustadores! – do mundo. Como bem já disse o escritor americano John Steinbeck (o Prêmio Nobel de Literatura era um assíduo visitante de Positano), a única rodovia que dá acesso à Costa Amalfitana foi “cuidadosamente projetada para ser um pouco mais estreita que a largura de dois carros lado a lado”. E junte-se à estreiteza da pista de 2 mil curvas vertiginosas, algumas de 180 graus, o jeito italiano de dirigir… Para quem não sabe do que estou falando, imagine o estilo paulistano pé-de-chumbo e esquentadinho. Você não precisa chegar de helicóptero pra que a viagem já comece com aquele friozinho de aventura na barriga.

Passeios em são paulo

São Paulo.
É SE JOGAR. NO ANO PASSADO MAIS DE 2 MILHÕES DE PESSOAS ENCHERAM A AVENIDA PAULISTA NA Parada Gay (paradasp.org.br). O número rendeu à festa menção no Guinness, o livro dos recordes. Neste ano, a organização espera ainda mais gente para a 119 edição do evento. Quatorze trios elétricos já estão confirmados. O mote, como sempre, é a música eletrônica, que atrai baladeiros de todo o país.
Se a Parada for too much para você, se jogue nas novas boates Clash (Rua Barra Funda, 969,11/3661-1500) e SPKZ (Rua Inácio Pereira da Rocha, 109, 11/3816-1699).
COMO CHEGAR:
A Ocean Air (11/4004-4040, ocea-nair.com.br) tem vôos desde RS 150 (com saída do Rio). QUEM LEVA Também do Rio, o pacote da CVC (11/2146-7011, cvc.com.br), com três noites, sai dia 8, por RS 554.

Cusco Peru turismo

Cusco, Peru.
É A FESTA DO SOL. MAIS IMPORTANTE CELEBRAÇÃO INCA, ela acontece no dia 24 e coincide com o solstício de inverno, quando o sol atinge a maior distância do Hemisfério Sul. A data é comemorada com representações teatrais que remontam aos antigos rituais do povo. Centenas de figurantes fantasiados tomam conta da imponente Fortaleza de Sacsayhuaman.
Aprecie a mistura da  arquitetura inca com a ibérica, presente no Bairro de San Blas, no gigantesco muro na Rua Hatun Rumiyoc, no Convento de Santo Domingo e na Catedral, construída com blocos retirados de monumentos incas.
COMO CHEGAR:
O vôo para Cusco, com conexão em Lima, sai a USS 785 na Lan (11/2121-9020, lan.com). QUEM LEVA O pacote da Ambiental (11/3818-4600, ambiental.tur.br), com quatro dias em Cusco e um em Lima, custa USS 1795.

Lençóis Maranhenses

Lençóis Maranhenses: a época de chuvas acabou.
Lençóis Maranhenses:
QUEM VAI AGORA NÃO CORRE 0 RISCO DE VOLTAR FRUSTRADO. Isso porque é neste mês que começa a temporada perfeita para conhecer os Lençóis: a época de chuvas já passou e deixou as lagoas cheias. O ponto de partida para explorar a região é Bar-reirinhas, a 260 quilômetros de São Luís. Tire fotos das lagoas Azul e Bonita e estenda a viagem a Santo Amaro, que tem as mais lindas paisagens do parque.
Ja que voce esta lá:
Pare uns dias em São Luís. A partir do dia 13, acontece a festa do bumba-meu-boi, quando grupos folclóricos do interior se apresentam em arraias. Os melhores momentos acontecem na véspera do Dia de São João, 24 e na virada do dia 29 para 30, o final da festa.
COMO CHEGAR: A TAM (4002-5700, tam.com.br) vai a São Luís por RS 799. De lá, a viagem de ônibus na Cisne Branco (98/3243-2847) custa RS 26. QUEM LEVA A Freeway (11/5088-0999, freeway.tur.br) tem sete noites por Barreirinhas e São Luís por RS 3 532.