Archivo para la Categoría » Ski Argentina «

Dicas de bariloche

Cerro Catedral, em Bariloche.
COMO CHEGAR:
Buenos Aires, na Argentina, e Santiago, no Chile, são as principais entradas para quem vai esquiar. Para lá voam Aeroli-neas Argentinas (08007073313, aeroli neasargentinas.com.ar); British Airways (11/4004-4440, britishairways. com); Gol (0300-7892121, voegol.com. br), Lufthansa (11/3048-5800, lufthansa. com);TAM (11/4002-5700, tam.com.br); Varig (13/4003-7000, varig.com.br) e Lan (0800-7610056, lan.com). Há vôosdiretos para Buenos Aires desde Florianópolis, Curitiba, São Paulo, Rio e Porto Alegre. Para Santiago, as conexão são em São Paulo. Em média, as tarifas saem desde USS 350 para Buenos Aires e USS 510 para Santiago. Em julho e feriados durante a temporada, algumas operadoras fretam vôos e pousam direto em Bariloche, Chiilán e Malargue, o aeroporto mais perto de Las Lenas.
DOCUMENTOS:
Para entrar na Argentina e no Chile, os brasileiros não precisam de vistos. Basta apresentar passaporte ou carteira de identidade nos aeroportos.
QUANDO IR:
A temporada vai de meados de junho a começo de outubro (depende do local e da quantidade de neve). Consulte a meteorologia nos sites das estações ou nos especializados, como o snow-fo recast.com. As duas semanas do meio de julho são as mais caras e lotadas, junho e agosto custam menos.
QUANTO TEMPO:
Se você não é fanático por esportes de neve, uma semana é o ideal. Para aprender o básico do esqui ou do snow-board, leva-se uns quatro dias Nunca tente aprender sozinho. As aulas coletivas são mais divertidas e econômicas. Nas particulares, o resultado aparece mais rápido.
SAÚDE:
Não é preciso ser um atleta. Bastam alguns cuidados para não voltar com lesões. Faça caminhadas para melhorar a resistência de músculos e articula-ções(meia hora por dia, um mês antes, por exemplo). Para fortalecer as pernas, ande de bicicleta, faça alguns trajetos a pé ou troque os elevadores pelas escadas. U ma vez na estação, alongar-se antes e depois de um dia de esqui pre-vine dores na manhã seguinte. Algumas pessoas sentem o “mal da montanha”, desde os 2 500 m de altitude. Enjôo, dor de cabeça, cansaço, insônia ou palpitações podem acontecer. O corpo tende a adaptar-se sozinho ao ar ra-refeito. Para prevenir-se, descanse no primeiro dia e hidrate-se bem.
SEGURO VIAGEM:
Faça um seguro que cubra acidentes em caso de esportes na neve. Em geral, as operadoras vendem pacotes já com um seguro adequado. Se quiser consultar outros planos, tenteaZurich (zurich.com.br) ou a World Plus (world plus.com.br).

Dicas para esquiar

CAMINHOS COLORIDOS.
O que as cores das pistas indicam:
Verde Larga e com pouco desnível. Ideal para iniciantes. Azul Ainda larga, mais extensa e com desnível maior. Para intermediários.
Vermelha Mais inclinada. Também podem ser caminhos estreitos, nos quais os iniciantes encontrarão maior dificuldade para manobrar e f rear. Para intermediários avançados.
Preta Muito íngreme e com bumps (montinhos) – que dão graça à descida, mas podem ter neve fofa, pedras escondidas e até árvores. Para experts.
• • • Fora-de-pista Terrenos sem pista demarcada e sem compactação da neve por máquinas. Não têm a garantia de uma pista convencional. Chega-se a elas em moto de neve, trator ou helicópteros (o heli-ski). Para experts mais ousados.
Snowpark Área reservada com rampas para saltos, rails (corrimãos) retos e curvos, wallrides (manobras em parede) e módulos de dificuldade variada, principalmente para snowboarders.

As reglas das pistas de ski

As reglas das pistas:
Las normas que você tem de seguir na hora de deslizar.
Respeite as sinalizações, placas e marcações.
Não fure fila nos teleféricos.
Não esquie sozinho em pistas desconhecidas.
Dê preferência ao esquiador da frente (quem está atrás em visão privilegiada e a responsabilidade de desviar).
Respeite a velocidade de cada pista (ande devagar as mais fáceis e rápido nas mais difíceis).
Se estiver com medo ou dificuldade, desça pela lateral direita da pista.
Pare para descansar na lateral, jamais no meio da pista.
Para evitar trombadas, nunca atravesse 0 meio de um grupo.
Não passe muito perto dos demais esportistas.
Mesmo se for bom esquiador, não vá a um pra-de-pista sem um guia que conheça bem a montanha.

Ski livre

Rumo ao topo:
Os lifts (meios de elevação) que vão levá-lo montanha acima.
Gôndolas: Apenas Chapelco e Bariloche têm esses bondinhos fechados, alguns deles com capacidade para até 25 pessoas.
Heli-ski: Helicópteros que deixam o esquiador em locais da montanha de onde dá para descer por caminhos fora-de-pistas. Algumas estações fazem isso também com tratores. Pomas: Cabos que o esquiador prende entre as pernas para ser arrastado pista acima, de pé, com os esquis deslizando na neve. Não são confortáveis, mas é o meio mais seguro em altitudes sujeitas a ventos fortes. T-bar: Antiquado lift em que duas pessoas podem ficar lado a lado enquanto são rebocadas encosta acima, com os esquis sempre em contato com a neve. É mais comum no Chile. Teleféricos: 0 mais comum dos meios de elevação, são cadeirinhas que levam de duas a seis pessoas.

Equipamento de ski

GORRO:
Compre um que não coce nem incomode. Às vezes, dá para usar aqui no Brasil também. De RS 9,90 a RS 230.
ÓCULOS ESCUROS:
Imprescindíveis, pois o reflexo do sol na neve pode danificar a retina. Especiais para esqui, os goggles têm lentes que aumentam a visibilidade e o contraste, tratamento antiembaçante e proteção UV. De RS 98 (óculos comuns) a RS 1012 íeoeeles).
LUVAS:
Compre um par que garanta mãos quentes e sequinhas Nem sempre as luvas alugadas resistem à umidade por muito tempo. De RS 28,50 a RS 74.
BOTAS:
Devem ser bem justas mas sem comprometer a circulação dos pés. 0 pé folgado lá dentro torna mais difícil controlar o esqui e provoca atrito e bolhas na pele. De RS 600 a RS 1000.

Ski na neve

Na neve em grande estilo.
Quem visita uma estação de inverno do Chile ou da Argentina em de tomar uma decisão cedo ou tarde: snpwboard ou esqui?  snow exige mais esforço para equilibrar-sc sobre a prancha n0 início e os tombos serão certos. O segredo c insistir. O esqui, riais tranqüilo para iniciantes (os bastões ajudam), exige prática epois. Quem faz snow, depois de algum treino, avança mais ápido. É mais fácil frear com a prancha que com os esquis, á escolheu? Então siga em frente com este manual, que vai orientá-lo quanto aos equipamentos, às pistas, às estações e tudo que você precisa saber para não pagar mico na neve…
CASACO:
Uma japona impermeável que o mantenha seco após vários tombos compensa o investimento. Nas estações costumam ser mais caras. Compre em Buenos Aires ou Santiago, se for fazer escala, ou no Brasil, antes de embarcar. De RS 538 a RS 2 300.
ROUPAS:
Cobrir-se de mil camadas dificulta os movimentos. Use, por baixo, blusas (RS 50 a RS 268) e ceroulas dry fit (RS 45 a RS 220), que secam rápido. Por cima, blusa (RS 110 a RS 467) e calça de fleece (RS 68 a RS a 500), material confortável que conserva o calor do corpo Por último, calças impermeáveis e resistentes ao vento (RS 105 a RS 298). As ideais são feitas de um material chamado gore-tex.
ESQUIS:
Faça um bom ajuste das botas no esqui. O ponto de fixação [binding] deve soltar-se nas quedas, o que evita lesões nos joelhos, mas estar justo para que as botas não saiam nas descidas. É o único item que compensa alugar Se preferir comprar, gastará entre RS 1440 e RS 2 663.

Pacotes turisticos argentina

QUEM LEVA: Pacotes baratos ou de alto-padrão para deitar e rolar na neve.
ARGENTINA.
ESQUI EM CONTA: Um dos pacotes mais baratos para Bariloche é o da CVC (1V2191-8911, cvccom.br), com saída em 17 de junho: USS 608, com três noites em Buenos Aires (Catalinas Suites) e três em Bariloche (Postal Del Lago). Há ainda três dias de roupa para neve, se-guro-viagem (plano econômico) e passeios ao Circuito Chico (com ingresso para o teleférico Cerro Campanário) e Cerro Catedral (sem ingressos aos meios de elevação). O pacote da Snowtime (11/3088-3700, snowtime.com.br) para Las Lefias é sob medida para esquiadores. São sete noites no Escorpio, um ski-in, ski-out (basta colocar os esquis, abrir a porta e deslizar), com meia pensão. Custa desde USS 1798, com vôo direto até Malargue, mais transferaté Las Lehas, seguro para acidentes com esqui e acesso aos lifts (meios de elevação).
ESQUI SOFISTICADO: ATam Viagens (11/3068-7939,0800-555200, tamviagens.com.br) tem sete noites em Bariloche, no Hotel Milan, com quase tudo que um esquiador pode querer passes ilimitados aos lifts, roupa para neve, esquis, botas e bastões, além de um jantar no El Patacón (sem bebidas) e seguro-viagem. Preço, com saída em 23 de junho: USS 1497. Para ficar no ótimo Virgo Spa em Las Lefias, vá com o pacote de US 2 564 da Maktour (1V3818-2222, maktour.com.br), com vôo fretado, meia pensão, passes ilimitados e seguro-viagem – lá, o Virgo só fica abaixo do luxuosíssimo Piseis. Destino bem menos comum, Ushuaia pode ser conhecida com os pacotes de uma semana da Nascimento Turismo (n/3i5fr9944, nascimen to.com.br; USS 1305) ou da Natural Mar (11/3214-4949, naturalmar. com.br; USS 1511). O primeiro tem transfer diário para Cerro Castor, acesso aos lifts, seguro-viagem e hospedagem no Ushuaia – um três-estrelas correto (saída em 12 de junho). Na Natural são duas noi tes no três-estrelas Aspen Suites, em Buenos Aires; e cinco, no também três-estrelas Villa Brescia. Há dois dias em Cerro Castor (incluindo locação de equipamento básico e lifts), tour ao Parque Nacional Terra do Fogo, expedição em motos de neve e passeio aos lagos Fagna-noe Escondido.

Las lenas ski

LAS LEÑAS:
COMO CHEGAR:
Las Lefias está a 70 km do aeroporto de Malargue, a cerca de ih30 de carro. Durante a temporada, há vôos fretados que aterrissam lá. AAerolineas Argentina voa para San Rafael, a 120 km da estação, com tarifas desde USS 433/USS 483.
O PREÇO DAS COISAS:
Os valores variam conforme o período da temporada Passes: S 99 a S152. Aulas: S174 a S 294 Aluguel de equipamentos: S 43 a S 66.
TELEFONE E SITE:  (54-2627)471100, laslenas.com.
DINHEIRO:
Em meados de maio, 1 dólar valia3,08 pesos argentinos ou 518,50 pesos chilenos; 1 real, por sua vez, eqüivalia a 1,52 peso argentino ou 256,81 pesos chilenos.

Bariloche cerro catedral

A primeira tarifa de cada companhia aérea refere-se ao período até 16 de junho; a segunda é válida a partir do dia 17, quando começa a alta temporada nas estações de esqui.
BARILOCHE (CERRO CATEDRAL).
COMO CHEGAR:
A Aerolineas Argentinas (0800-7073313, aerolineas argentinas.com.ar) voa para Barilo-che (escala em Buenos Aires) com tarifas desde USS 455/USS 505. A Lan (0800-7610056, lan.com) faz conexão tanto em Buenos Aires (desde USS 455/USS 502) quanto em Santiago (desde USS 493/USS 548).
O PREÇO DAS COISAS:
Os valores variam conforme o período da temporada, que vai até 3 de agosto. Passes, s 75 a s 125. Aulas: s 75 a s 95 (coletiva); S 225 a S 280 (particular). Aluguel de equipamentos: S 40 a S 52 (esqui); S 54 a S 70 (snowboard).

Las lenas 2010

VIDA NOTURNA:
A noche em Las Lenas é de derreter qualquer geleira. O roteiro começa no Ufo Point, restaurante que após a meia-noite vira pista de dança, com house até as 3 horas da madrugada. Depois a balada continua no Corona Club, com DJs nos pick-ups até pelo menos as 5 da matina.
DICA:
Às quartas, os teleféricos funcionam até mais tarde, 17I130, para fazer do restaurante tex-mex Santa Fé o melhor ponto de happy hour no meio da montanha. Os freqüentadores voltam às 9 horas da noite, esquiando no escuro em comboio conduzido pelo patrulheiros da estação.