Castelos no Vale do Loire maravilhas arquitetônica

Castelos no Vale do Loire: Ou Blois, no qual o duque de Guise, líder da Sagrada Liga Católica, foi assassinado a mando de Henrique III. E ainda Saumur, entre outras, casa de uma renomada escola de equitação (cujos treinamentos e apresentações dos cavaleiros e amazonas podem ser assistidos) e de um vinho frisante que, elaborado com o método champe-noise, é tido como o segundo melhor da França, perdendo apenas para o autêntico champanhe, feito na região de mesmo nome. O bacana é que depois de um dia de passeios por tantas maravilhas arquitetônicas, é possível continuar nesse ritmo de conto de fadas e sentir-se “amigo do rei”: basta estar disposto a gastar um pouco mais pela estada e ficar em lugares que realmente já foram castelos e construções históricas e hoje, mantendo a decoração e o clima pomposo de outrora, são meios de hospedagem de luxo. Sem prescindir, claro, de mimos modernos como piscinas, quadras de tênis, spa e campo de golfe, num padrão de excelência que também se estende à gastronomia.

You can follow any responses to this entry through the RSS 2.0 feed. You can leave a response, or trackback from your own site.

Deixe uma resposta